terça-feira, Abril 05, 2005

Penamacor tem futuro? (II)

No último post abordei aquilo que, para mim é uma das prioridades para o desenvolvimento de Penamacor: a ligação à A23. Voltarei ao tema pela sua importância, mas também por uma discussão que está na ordem do dia: os portugueses não investirão demais nas infra-estruturas físicas em detrimento da valorização dos seus recursos humanos?

E é neste ponto que queria lançar mais uma ideia. Para além da ligação viária não deveríamos tentar apostar na criação de mais uma escola em Penamacor? E se sim qual o tipo de escola que mais interessaria e se adaptaria a um concelho como Penamacor?
A Universidade, velho sonho do Prof. Dr. António Martins da Cruz, ilustre Penamacorense que criou e dirige a Universidade Lusíada?
Uma escola profissional ligada às actividades profissionais mais relevantes e passíveis de fixação no concelho?
Um simples pólo do Instituto Politécnico de Castelo Branco ou da Universidade da Beira Interior (e não como alguns dizem da Covilhã)?

Independentemente da opção, a meu ver sempre positiva, Penamacor precisará de duas infra-estruturas que a suportem: a ligação ao A23 e a criação ou recuperação de alojamentos e residências.

5 Comments:

Blogger Rui MCB said...

Segue provocação:
E que enormidade é aquela do "emparcelamento" que tem bloqueado a actividade agrícola na Benquerença?
Deixando desaproveitadas algumas centenas (ou serão milhares?) de hectares das melhores terras que a Beira baixa tem - já para não falar no investimento público com a barragem?
Com emblemas destes no concelho fará sentido a fuga para a frente, pensando em universidades e afins?
As "culpas" caberão essencialmente ao poder central (e um bocadinho ao alguns Benqueridos que não sei bem como qualificar) mas a vergonha é de todos.

1:10 da manhã  
Blogger Rui MCB said...

Para os mais distraídos, o "emparcelamento" da Barragem da Meimoa já era problema ainda Abril era um sonho, mas tem sido um pesadelo gritante ( agora quase específico daquela aldeia) vai para mais de 15 anos.

1:12 da manhã  
Blogger Pintoff said...

Caros Penamacorenses,
Só hoje descobri o vosso blog.
Parabéns pelo serviço. Prometo visitas regulares. Não é o mesmo que cheirar a terra beirã, mas sempre vai dando para matar saudades.
Bem hajam,
Pintoff

2:13 da tarde  
Blogger karraio said...

Com o devido respeito, e correndo o risco de políticamente incorrecto, o ensino superior em penamacor não me parece prioritário. Diria até que é desaconselhável. Do ponto de vista do potencial aluno, convenhamos, seria prejudicado, já que nunca seria um ensino de qualidade. Do ponto de vista dos benefícios para o concelho no seu todo, não estou a vislumbrá-los: necessidade de algum investimento (despesa)da Câmara para "puxar" a instalação, número reduzidíssimo de alunos do concelho a usufruir desse ensino; cursos a implementar teriam mais a ver com uma lógica do empresário (Lusíada), do que com as necessidades do concelho (quais são)?, etc.
Sejamos pragmáticos: o concelho não possui dimensão para justificar ensino superior.
Agora, ensino profissional, concordo. Mas mesmo esse, a prazo, deixará de ter alunos, a não ser que os alunos vão saltando de uns para os outros enriquecendo o seu CV com cursos até ao dia que descobrirem que não conseguem fazer nada com eles, no concelho.
Em suma, é pelo lado da procura (por parte das empresas) que se deve trabalhar, e não pelo lado da oferta de formação que depois não encontra mercado.

12:19 da manhã  
Anonymous at said...

Por enquanto só quero dizer que tomei conhecimento do vosso blog e vos desejo coragem para continuarem.

9:01 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

on-line